Celso Athayde fala sobre fundo de R$ 50 milhões para startups de favelas
A nova fase do Favelas Fundos conta com aporte de várias empresas do grupo Favela Holding e busca mais parceiros.

CEO da Favela Holding e fundador da Central Única das Favelas (CUFA), Celso Athayde anuncia hoje (8), o lançamento de um novo aporte do Favelas Fundos, fundo de R$ 50 milhões destinado a startups de favelas em segmentos como logística, gastronomia, saúde, marketing e tecnologia. Celso, que foi reconhecido recentemente pelo Prêmio de Empreendedor de Impacto Social e Inovação pelo Fórum Econômico Mundial, destaca que a seleção dos projetos será realizada pelos CEOs das empresas do Grupo Favela Holding, que conta com mais de 20 companhias voltadas ao desenvolvimento empreendedor de favelas e seus moradores. O projeto conta com a gestão e investimento de Evanildo Barros Júnior, empreendedor que atua no setor de marketing, tecnologia e negócios sociais.  O Favelas Fundos possui R$20 milhões já disponíveis para projetos e outros R$30 milhões empenhados a serem aportados imediatamente na segunda fase.

O Favelas Fundos ainda conta com investimento de várias empresas do grupo Favela Holding e seus respectivos sócios, como: Digital Favela, com Gui Pierri; Data Favela, com Renato Meirelles; Favela Filmes, com John Oliveira; Comunidade Door, com Leo Ribeiro; InFavela, com Thales Athayde; Cab Motors, com Antônio Souza, Favela Vai Voando – Marilza Pereira, Alô Social – Evandro Bei entre outras. À Forbes Brasil, Celso detalha a iniciativa e fala sobre o potencial da favela, bem como a necessidade de ampliar o escopo de parcerias para negócios de impacto.

Forbes Brasil: Você foi reconhecido globalmente como empreendedor de impacto do ano, o que representa e como essa visibilidade pode inspirar outras pessoas com a sua origem?
Celso Athayde: O Fórum Econômico Mundial, ao reconhecer um empreendedor que é focado na favela, dá um sinal importante de mudanças e também mostra o avanço na agenda social. Tenho orgulho de ter criado a primeira holding de favela em 2015, o primeiro fundo de favela em 2017 e esses feitos eu acredito sim que inspiram as pessoas que vêm de onde eu venho. Quando criei a frase ‘favela não é carência, favela é potência’, que hoje é repetida por muitos que se inspiram em nosso trabalho, eu fiz como reconhecimento na força de produção e capacidade de realização de muitos favelados que fazem acontecer, são com essas pessoas que divido esse reconhecimento.

F: Qual a importância desse investimento que vocês estão anunciando?
CA: O exemplo é o melhor exemplo, quero dar continuidade a um trabalho que começou a ser realizado em 2017. É importante por que o desenvolvimento da favela depende de investimento externo e os investidores precisam se conectar com quem entrega para que eles possam investir cada vez mais. O primeiro passo é abandonar esse discurso de carência e mostrar o quanto produzimos.

F: O que existe de oportunidades e inovação na favela e de que maneira é necessário potencializar essas oportunidades?
CA: A favela é um mundo de oportunidades e quanto mais as cortinas forem abertas, mais oportunidades irão surgir. Tenho certeza de que muitos fundos vão nos procurar para produzir parcerias exatamente porque sabem que ali é um celeiro de inovação, mas que, por outro lado, é preciso dialogar com a linguagem certa, pois a favela não quer ser catequizada, ela quer a melhor versão de si mesma.

F: O que você diria aos investidores que podem aportar no ecossistema como chegar e de que maneira contribuir para o fortalecimento dele?
CA: A Favela Fundos existe desde 2017 e já acelerou empresas como Comunidade Door quer fatura R$ 26 milhões por ano. Além da Alô Social, que tem números expressivos. Esses exemplos foram um grande treinamento. Agora, estamos focando em estrutura e gestão e trouxemos para essa missão o Evanildo Junior. Fica nítido que temos experiência em favelas por mais de 25 anos. É uma grande oportunidade de negócios participar deste fundo, tem muita startup boa e com potencial de tornar-se o próximo unicórnio do Brasil.

 

FONTE: FORBES BRASIL

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO
COMPARTILHE
MAIS NOTÍCIAS

PARA SER UM VOLUNTÁRIO EM UMA DE NOSSAS CAMPANHAS OU PROJETOS, NÃO É NECESSÁRIO DISPOR DE GRANDE TEMPO LIVRE. VOCÊ PODE ATUAR NOSSA SEDE ADMINISTRATIVA OU EM UM PROJETO FIXO, CONFORME SUA DISPONIBILIDADE E INTERESSE.

Atenção, os dados que contém (*) são de preenchimento obrigatório.

Nome ( * )
Sobrenome ( * )
Email ( * )
Ex: seuemail@gmail.com
Fone Fixo
Celular ( * )
Endereço ( * )
Número ( * )
Cidade ( * )
Estado ( * )
CEP ( * )
Onde pretende ser voluntário(a)? ( * )
POLITICA DE PRIVACIDADE ( * )

OBRIGADO POR SE INSCREVER!

EM BREVE VOCÊ RECEBERÁ CONTEÚDOS EXCLUSIVOS DA CUFA MT EM SEU E-MAIL.

Caso necessite de atendimento mais rápido, entre em contato através de nossas redes sociais.

OBRIGADO PELO SEU CONTATO!

EM BREVE UM MEMBRO DE NOSSA EQUIPE RETORNARÁ PRA VOCÊ.

Caso necessite de atendimento mais rápido, entre em contato através de nossas redes sociais.

FORUMULÁRIO ENVIADO COM SUCESSO!

EM BREVE UM MEMBRO DE NOSSA EQUIPE RETORNARÁ PRA VOCÊ.

Caso necessite de atendimento mais rápido, entre em contato através de nossas redes sociais.

Pular para o conteúdo